sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Introspecção


Existe uma história sobre um santo e uma grande alma sentados em um barco. 
Era noite e eles não conseguiam enxergar,mas podiam sentir o movimento do barco. 
Passaram toda a noite pensando que estavam navegando e ficaram contentes de estar ali sentados. 
Mas quando amanheceu,eles descobriram que ainda estavam atracados à margem. 
Esta história nos ensina a não ficarmos ancorados à margem de nossas escravidões. 
Devemos nos assegurar que estamos nos movendo para frente. 
E para isso o método é sentar-se no barco da verdade e romper todas as amarras que nos causam tristeza.

Dadi Janki

Brahma Kumaris

Namastê/Namaskar

Um comentário:

  1. Olá, querida Fernanda
    Atracados nos egoísmos não podemos seguir avante... linda parábola e profunda reflexão...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços