sábado, 21 de julho de 2018

Desafios da Alma


Os desafios da alma não são fáceis, mas o crescimento que advém da aceitação desses desafios é sempre compensador.

Não aceite viver uma vida medíocre só porque é fácil. 

O mundo felizmente , será sempre cheio de desconhecidos: de alturas que nunca foram alcançadas, lugares que nunca foram vistos, idéias que nunca foram pensadas, criações que nunca foram criadas.

Não é preciso que sejam imensas alturas, nem fantásticas idéias, nem estupendas criações. 

Basta que seja um pouco mais que seu limite de agora. 

Não caia na tentação de alimentar limites confortáveis, onde procurará viver do jeito que der e até quando puder.

Se você se esforçar em ampliar os seus limites, um pouco de cada vez, porém, sempre mais, sempre expandindo, descobrirá a verdadeira finalidade da vida, e o prazer de ver vencer o maior dos desafios: 
" superar a si mesmo".

Descubra o seu caminho, pois ninguém mais pode descobri- lo por você...E, siga- o pois só você pode trilhá- lo.

Respeite seus sonhos e ideais e nunca desista deles, pois eles são a única coisa concreta num mundo de sombras em eterna mutação!

Por Professor Galvão

Abraços Fraternais

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Decepção


Definitivamente decepção não mata, mas nos faz sofrer muito.

Pensando nisso temos em fim a certeza de que somos superiores aos desenganos, mágoas, tristezas e também diante de nossas escolhas erradas.

Por não nascermos prontos para tudo, é que renascemos a cada lágrima derramada por nossa alma; acarinhamos ou somos acarinhados por pessoas que muitas vezes nem são do nosso convívio diário, mas que Deus as coloca para revigorar nossas forças.

São palavras sem gestos que nos ferem, porém em tudo há os dois lados. 

Estas mesmas podem nos transformar em seres mais fortes e preparados para a vida. 

O que por vezes nos deixa sem rumo, pode nos levar a algum lugar que nos dará segurança.

Pelo medo ou desespero, nos apoiaremos nos erros para não vacilar novamente. 

E assim ir ao caminho da felicidade.

Chega de abraço urso, não queremos tapinhas nas costas, de bajulações..!

Queremos a verdade, a amizade sincera, os abraços acolhedores, os sorrisos; tudo sem falsidade.

Mesmo que demore , ainda encontraremos nosso lugar ao sol, sem sombras, apenas a luz e pessoas que emanam amor.

Podemos também dizer, que Decepção é o castelo de areia feito em mansa praia a espera da maré alta, que destrói esta frágil construção, mas a areia continua ali e a maré virá novamente. 

Então coloques outros ingredientes na areia e construa- o longe do perigo.

Pois nada melhor que a SABEDORIA do tempo para sanar as dores que as decepções nos causam!

Por Irma Jardim 

Fraternos Abraços

Maestria


Torne puro cada momento seu. 
Lembre-se de que você é o mestre 
da mente e do corpo. 
Então dê suas instruções a ambos 
e mantenha-os em ordem. 
Quando você aprende como dizer 
à sua mente o que fazer, 
velhas formas de pensar irão mudar. 
Você não verá mais as coisas como parecem, 
mas como realmente são. 
Você reage menos, 
responde mais. 
Sua simples presença 
se torna um convite à verdade. 
Todos ao seu

redor são beneficiados.

Brahma Kumaris - São Paulo - Brasil

Namastê


quinta-feira, 19 de julho de 2018

O Urso Faminto


Certa vez, um urso faminto perambulava pela floresta em busca de alimento. A época era de escassez, porém, seu faro aguçado sentiu o cheiro de comida e o conduziu a um acampamento de caçadores.
Ao chegar lá, o urso, percebendo que o acampamento estava vazio, foi até a fogueira, ardendo em brasas, e dela tirou um panelão de comida.

Quando a tina já estava fora da fogueira, o urso a abraçou com toda sua força e enfiou a cabeça dentro dela, devorando tudo.
Enquanto abraçava a panela, começou a perceber algo lhe atingindo.
Na verdade, era o calor da tina... 

Ele estava sendo queimado nas patas, no peito e por onde mais a panela encostava. O urso nunca havia experimentado aquela sensação e, então, interpretou as queimaduras pelo seu corpo como uma coisa que queria lhe tirar a comida. Começou a urrar muito alto. E, quanto mais alto rugia, mais apertava a panela quente contra seu imenso corpo.

Quanto mais a tina quente lhe queimava, mais ele apertava contra o seu corpo e mais alto ainda rugia. Quando os caçadores chegaram ao acampamento, encontraram o urso recostado a uma árvore próxima à fogueira, segurando a tina de comida. O urso tinha tantas queimaduras que o fizeram grudar na panela e, seu imenso corpo, mesmo morto, ainda mantinha a expressão de estar rugindo.

Quando terminei de ouvir esta história de um mestre, percebi que, em nossa vida, por muitas vezes, abraçamos certas coisas que julgamos ser importantes. Algumas delas nos fazem gemer de dor, nos queimam por fora e por dentro, e mesmo assim, ainda as julgamos importantes.

Temos medo de abandoná-las e esse medo nos coloca numa situação de sofrimento, de desespero. Apertamos essas coisas contra nossos corações e terminamos derrotados por algo que tanto protegemos, acreditamos e defendemos.

Para que tudo dê certo em sua vida, é necessário reconhecer, em certos momentos, que nem sempre o que parece salvação vai lhe dar condições de prosseguir.

Tenha a coragem e a visão que o urso não teve. Tire de seu caminho tudo aquilo que faz seu coração arder.
Solte a panela!


Abraços Fraternais

terça-feira, 17 de julho de 2018

Viva enquanto estiver vivo!


"Maria Jiló" é uma senhora de 92 anos, miúda e tão elegante , que todo dia às 08 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e discretamente maquiada, apesar de sua pouca visão.

Hoje ela se mudou para uma casa de repouso: o marido, com quem ela viveu 70 anos, morreu recentemente e não havia outra solução.

Depois de esperar pacientemente por 02 horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando a atendente veio dizer que seu quarto estava pronto. Enquanto ela manobrava o andador em direção ao elevador, a atendente deu uma descrição do seu minúsculo quartinho, inclusive das cortinas floridas que enfeitavam a janela.

A senhora a interrompeu com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho:

- Ah, eu amo essas cortinas!

- Dona "Maria Jiló", a senhora ainda nem viu seu quarto. Espera um pouco...

- Isto não tem nada a ver, - ela respondeu - felicidade é algo que você decide por princípio. Se eu vou gostar ou não do meu quarto, não depende de como a mobília vai estar arrumada. Vai depender de como eu preparo minha expectativa.

- E eu já decidi que vou amar. É uma decisão que tomo todo dia quando acordo.

- Sabe, eu posso passar o dia inteiro na cama, contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem...

Ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem.

- Simples assim? - pergunta a atendente.

- Nem tanto; isto é para quem tem autocontrole e todos podem aprender. Exigiu de mim um certo 'treino' pelos anos afora, mas é bom saber que ainda posso dirigir meus pensamentos e escolher, em consequência, os sentimentos.

Calmamente a senhora continuou:

- Cada dia é um presente, e enquanto meus olhos se abrirem, vou focalizar o novo dia, mas também as lembranças alegres que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: você só retira aquilo que guardou. Então, meu conselho para você é depositar um monte de alegrias e felicidade na sua Conta de Lembranças. E, aliás, obrigada por este seu depósito no meu Banco de Lembranças. Como você vê, eu ainda continuo depositando e acredito que, por mais complexa que seja a vida, sábio é quem a simplifica.


Depois ela pediu para anotar:

'COMO MANTER-SE JOVEM'

1. Deixe fora os números que não são essenciais. Isto inclui a idade, o peso e a altura. Deixe que os médicos se preocupem com isso.

2. Mantenha os amigos divertidos. Os depressivos procure ajudar se puder.

3. Aprenda sempre. Aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja. Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso.

'Uma mente preguiçosa é a oficina do Alemão.' E o nome do Alemão é Alzheimer!

4. Aprecie mais as pequenas coisas. Aprecie mais.

5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto. Ria até lhe faltar o ar. E se tiver um amigo que o faça rir, passe muito e muito tempo com ele/ela!

6. Quando as lágrimas aparecerem. Aguente, sofra e ultrapasse. A única pessoa que fica conosco toda a nossa vida somos nós próprios. VIVA enquanto estiver vivo.

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Pensamentos do dia


É dada honra a quem Faz algo bom 
e Depois Avança.


Ser criativo é descobrir 
novos pensamentos e novas ideias. 
E encontrar uma maneira 
diferente de Fazer algo, 
ver algo ou resolver um problema 
de uma maneira diferente. 
Eu posso ter criatividade na minha vida, 
quando utilizo o Conhecimento espiritual 
e desenvolvo os meus talentos internos, 
quando Tenho uma disciplina de praticar 
e de pensar novas maneiras 
de Fazer com que as coisas funcionem melhor.


As pessoas são muitas vezes 
insensatas e egoístas: 
perdoe-lhes de qualquer modo. 
Se é honesto, 
como pessoas podem engana-lo: 
seja honesto de qualquer modo. 
Aquilo que demorou anos a construir, 
alguém pode destruir de um momento para o Outro: 
construa de qualquer modo. 
O bem que fez hoje, 
irá ser esquecido amanhã: 
faça o bem de qualquer modo. 
Em última análise é tudo entre você e Deus; 
nunca foi entre você e os outros,
faça de qualquer modo.

Brahma Kumaris - Lisboa - Portugal

Namastê


quinta-feira, 12 de julho de 2018

TOC * Transtorno Obsessivo Compulsivo

O transtorno obsessivo compulsivo caracteriza-se por dois tipos de manifestações: as obsessões ou idéias obsessivas e as compulsões ou rituais compulsivos.

As obsessões são idéias ou imagens que vem à mente do indivíduo independente de sua vontade repetidamente.

Embora a pessoa saiba que são idéias suas,sem sentido,não conseguem evitar de pensa-las.São idéias relacionadas a religião, duvidas, sexo, contaminação, etc.

As compulsões são atos ou rituais que o indivíduo se vê obrigado a executar para aliviar ou evitar as obsessões.Se a pessoa não executa o ato compulsivo, ela fica muito ansiosa.

Compulsões frequentes são lavar as mãos, verificar se a porta está trancada ou se a válvula do gás está fechada, contar ou falar silenciosamente. Tanto as obsessões como as compulsões, ocupam uma boa parte do tempo da pessoa, prejudicando o seu cotidiano.

Muitos portadores de TOC apresentam também outros transtornos, como fobia social, depressão, pânico, alcoolismo e drogas.

Alguns transtornos mentais como a tricotilomania (arrancar pelos ou cabelos), o distúrbio dimórfico do corpo (idéia fixa de que há um pequeno defeito no corpo) e a síndrome de tourette (síndrome dos tics) parecem estar relacionados ao TOC.

Para Freud, os pensamentos obsessivos e os rituais compulsivos (neurose obsessiva compulsiva), surgem como resposta inconsciente a determinados desejos que levam a um estado de ansiedade. Por mais desconfortáveis que sejam os sintomas da obsessão e da compulsão, eles seriam menos incômodos do que enfrentar conscientemente as razões do tormento psíquico.

O tratamento envolve a junção de medicamentos (psiquiátricos) e psicoterapia.

Cuide-se, 
VOCÊ é seu maior patrimônio!
Declarar-se enfermo psíquico não é vergonhoso, 
ao contrário, é um Ato De Amor Próprio!



Amorosamente,
Fernanda Tomaz