terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Fragilidade


A fragilidade e a unicidade do que é viver, está sempre ao nosso redor. 

Há algo único em ouvir aquela música pela primeira vez, se encantar a cada página com aquele livro novo ou ver aquele pôr do sol que jamais se repetirá. 

A beleza e ao mesmo tempo a fragilidade da vida, se encontram ligadas pelo momento único em que vivemos. 

Tudo o que é, não mais será e tudo o que foi apenas reside em nossa memória, intocável por nossos sentidos e apenas alcançado por nossa alma. 

Portanto, não há algo completamente insignificante que não mereça um sorriso, um olhar ou um simples minuto de atenção. 

Tudo têm a sua importância porque tudo existe, ainda que por um breve intervalo de tempo. 

Alguns átomos existem desde o início do universo, mas o que eles compõem são únicos, no tempo e no espaço. 

A beleza e a fragilidade, talvez residam então não na eternidade, mas no ínfimo sopro de tempo que é o existir.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços