segunda-feira, 23 de março de 2015

Liberdade

Muitas vezes permitimos que o amor de outra pessoa defina nossa própria personalidade. 
Com receio de sermos rejeitados,podemos perder o senso de quem somos e até nosso propósito de vida. 
Para nos libertarmos da tendência de depender do outro,precisamos ter um coração forte e livre de egoísmo. 
Um coração que não tem nada a esconder ou temer. 
Um coração que não segura velhas crenças e experiências negativas.
 Um coração que tem bons sentimentos e que é livre de amargura. 
Um coração preenchido com os valores da paz,amor,liberdade e solidariedade. 
Assim é possível amar um ao outro e ser livre ao mesmo tempo.”

Brahma Kumaris

Namastê 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços