quinta-feira, 21 de maio de 2015

A mentira


Mentira é o nome dado às afirmações ou negações falsas ditas por alguém que sabe (ou suspeita) de tal falsidade,e na maioria das vezes espera que seus ouvintes acreditem nos dizeres.
As mentiras começam cedo.

Crianças pequenas aprendem pela experiência e observação,que declarar uma inverdade pode evitar punições por uma má ação.

De maneira complementar,existem aqueles que acreditam que as crianças mentem por insegurança,e por não compreender a gravidade dos seus atos,e para escapar da responsabilidade apelando para a mentira.Nesse estágio do desenvolvimento,as crianças às vezes contam mentiras fantásticas e inacreditáveis.Quando a criança aprende como a mentira funciona,naturalmente elas não possuem o entendimento moral para evitar fazer isso. 

É necessário anos observando as pessoas mentirem e o resultado das mentiras para desenvolver um entendimento adequado.A interferência da família também é imprescindível para que a criança compreenda através de bons exemplos a forma correta de agir.A propensão a mentir varia muito entre crianças, com algumas fazendo isso de maneira costumas e outras não tendo este costume.Os hábitos em relação a isso mudam normalmente até o início da idade adulta.Nos casos em que esta mudança não ocorre,é prudente buscar ajuda profissional.

Em minha opinião,existem as mentiras patológicas com motivação sociopática,ou seja,o indivíduo mente para ganhar algum benefício ou vantagem do tipo que enaltece ou protegem o ego.

Existem também as mentiras chamadas de "intrigas",com o intuito de fomentar brigas e muitas vezes causar rupturas e separação.Mas existem as também,as mentiras não patológicas,ou seja,que possuem motivos internos,como traumas,bloqueios,fobias e etc.

Existe também a mentira chamada Mitomania.
Mitomania,é um distúrbio de personalidade onde o indivíduo possui uma tendência compulsiva pela mentira. Esta doença é também conhecida como mentira obssessivo compulsiva - MOC,que consiste em contar histórias fantasiosas para ganhar atenção e aumentar o grau de autoestima.

Bem,toda e qualquer mentira é prejudicial à consciência,mas a mentira patológica não gera a culpa que fará com que se busque a reparação do erro.Alem do mais,um bom mentiroso tem que ter boa memória,se não, do contrário se enrolará na própria mentira.Pois,é sempre bom lembrar que a verdade,mais cedo ou mais tarde,sempre aparece.
Manoel João

(fonte:www.facebook.com/terapia.floral.1447)

Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços