sábado, 12 de setembro de 2015

4 passos para superar a imobilidade mental

“Não tenha medo das mudanças lentas,tenha medo de permanecer imóvel”.
Provérbio Chinês.

Todos nós sabemos o que é a imobilidade física, mas e a mental? Ela parece ser mais complicada de prevenir e de solucionar.
A imobilidade mental pode oscilar entre a total falta de ação e os pequenos vacilos e indecisões. Você passa por alguma coisa assim? Como podemos solucionar isso? Aqui daremos as respostas para todas esses perguntas.

Quanto você está imobilizado?

A primeira pergunta que nos devemos fazer é “sabemos quando estamos imobilizados?”. Você sabe se agora mesmo você está imobilizado?
Há várias ocasiões nas quais podemos sentir que estamos sob a influência da imobilidade mental. Aqui, daremos algumas referências, ainda que a lista possa ser mais extensa:
1. Não consegue trabalhar em um projeto que lhe interessa. Alguma coisa lhe impede de realizá-lo. Você sente um bloqueio inexplicável que não consegue derrubar.
2. Você passa o dia sentado e passivo, sem fazer nada. Só pensa nos seus problemas. Você se sente enrolado e pesado.
3. Você evita falar com alguém. Apesar de estar tentado a ter uma nova amizade, algo que seria muito agradável, existe algo que não pode explicar que lhe impede.

4. Trata injustamente alguém que ama. Poderá dizer palavras que não deveria ter dito. Não sabe por que age dessa maneira.
5. Seu corpo treme ou sofre “tiques” inexplicáveis que manifestam aquilo que você quer fazer, mas que, por alguma razão, não fez.
6. Não é capaz de realizar atividades das quais você gostava antes. E só o fato de pensar em se colocar em movimento já lhe deixa esgotado e faz com que você se sinta incapaz.

Você se identificou com algumas das situações anteriores? Consegue imaginar situações maiores? Se sim, agora é o momento de ver como poderá solucionar esse problema.

Como superar a imobilidade mental?

A seguir, vamos assinalar algumas soluções para superar a imobilidade mental. São passos muito gerais que vão lhe orientar para poder solucionar esse sentimento de inação ou vacilo mental.

1. Identifique o bloqueio

A primeira coisa que devemos fazer é identificar aquilo que está nos imobilizando. Reflita sobre a situação que lhe provoca esse bloqueio. Por exemplo, por que você não consegue realizar esse projeto no trabalho? O que está provocando a sua inatividade? Para que serve isso?
Talvez possa ser uma situação familiar problemática, uma baixa autoestima, uma alta sensibilidade provocada por alguma coisa… devemos pensar sobre tudo isso para buscar uma solução.

2. Pense no que vai fazer

Agora que sabe o que está lhe bloqueando, como vai agir? Você poderá fazer duas coisas: nada ou buscar uma solução. A segunda é a melhor, visto que terá que sair dessa situação incômoda na qual se encontra, além de aprender com ela.
Pense bem nos passos que dará, como os planejará. É preciso estar seguro para não voltar atrás. Pense que a imobilidade é muito poderosa e forte. Você terá que fazer um grande esforço para superá-la, se quiser.


3. Tentativa e erro

Agora é o momento de testar a solução para a sua imobilidade. Tire forças de onde quer que seja! Se não for capaz de sair do seu lugar, tente enganar sua mente com coisas que possam lhe animar e que lhe tirem da sua passividade.
O esforço será grande e talvez sejam necessárias várias estratégias até conseguir encontrar aquela que lhe faça superar o bloqueio no qual se encontra.

4. A verificação

Você conseguiu superar a sua imobilidade? Verifique se tudo está bem. Se ela foi plenamente superada ou se isso é o que quer acreditar.
Aproveite para pensar em um futuro próximo, no qual possa voltar a viver outra vez a mesma coisa. Como será a próxima situação? Pense que a imobilidade pode não se manifestar da mesma maneira. Se essa vez foi no trabalho, talvez, na próxima, seja na sua vida emocional.

Como vimos, é muito importante determinar onde estamos nos sentindo imóveis ou bloqueados. A partir dai, devemos escolher a opção que for melhor para seguirmos em frente.
Você se sente bloqueado no trabalho? Então faça outras coisas e esforce-se para superar esse bloqueio.
Você trata as pessoas que ama injustamente? Determine o que acontece, o que lhe irrita, o que lhe bloqueia.
Só você pode superar a imobilidade mental com esforço, garra e muita força de vontade.

Por:Camila Pécsi

(fonte:amenteemaravilhosa.com) 

Fraternos Abraços





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços