sábado, 17 de outubro de 2015

Shiatsu


O Shiatsu é uma palavra de origem japonesa, apesar de a técnica ser desenvolvida a partir dos conhecimentos milenares da Medicina Tradicional Chinesa que data há mais de 5000 anos, e significa pressão dos dedos (shi=dedo e atsu=pressão).

Ele se desenvolveu a partir de uma forma anterior de massagem chamada AMNA, no Japão, que utiliza técnicas como esfregar, apalpar, apertar, tamborilar com os dedos, pressionar e puxar, influenciando os músculos e os sistemas circulatórios. O Shiatsu, por sua vez, usa menos técnicas e, para o observador, a impressão é que muito pouco está acontecendo, apenas uma pressão leve e relaxada em vários pontos do corpo com a mão e o polegar, um leve toque dos cotovelos ou uma simples rotação de um dos membros. Parece uma atividade preguiçosa e, na medida em que conserva energia, realmente é. Mas, por baixo dos movimentos descomplicados, muita coisa está acontecendo internamente com a energia do corpo em um nível sutil.

É uma manipulação corporal, efetuada pelos polegares, dedos e palmas das mãos, para aplicar pressão à pele humana e tem como objetivo corrigir disfunções internas, promover e manter a saúde e tratar doenças, complementando o tratamento médico. 


O Shiatsu é uma massagem extremamente agradável e relaxante, realizada em pontos e meridianos nervosos específicos do corpo humano, com a intenção de promover o restabelecimento do equilíbrio metabólico corporal, promovendo, portanto a saúde. 


Shiatsu é uma técnica de massagem, assim como as outras, que exige conhecimento da anatomia humana.
O relaxamento envolve um processo psicofisiológico, com efeito interativo, onde o fisiológico e o consciente interagem. O corpo e a mente se relacionam através da interação dos processos cerebrais e dos processos corporais em busca da auto-regulação. Entrando no controle do stress, do alcance de um corpo e mente relaxados, visando o equilíbrio físico, psíquico e emocional, habilitando a mente e o organismo humano a se adaptar frente a estímulos vivenciados no dia-a-dia, seja ele agradável ou não, físico ou químico, infeccioso ou orgânico, nervoso ou mental, emocional ou afetivo.


Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços