quinta-feira, 24 de março de 2016

Introspecção


Criamos um apego nas relações pessoais que parece que realmente dependemos demais dos outros.
Queremos controlar os outros e, no fundo, a maioria gosta de ser controlado também.
Quando mandamos uma mensagem já esperamos a resposta.
Quando ligamos, fazemos questão de sermos atendidos na hora, senão mil ideias surgem na cabeça.
Estamos cercados de muitas informações.
Não saber de algo pode parecer que estamos alienados.
Observe o seu contorno e comece a pesquisar quais situações e pessoas começam a tomar conta da sua mente, do seu sono, das suas lágrimas.
Comece a perceber que não valem a pena. 

Comece a cortá-las da sua vida, aos pouco.
Logo a paz começa a ser sua de volta.
Em muitos momentos da vida em que não queremos desagradar ou magoar alguém, quem fica sem paz somos nós mesmos. Vale a pena?
Na minha opinião, não vale mesmo!
Quando você não tem como cortar definitivamente, apenas não dê tanta importância e siga em frente.
É aquela minha dica de sempre: quem não entende ou não quer entender, que faça terapia!


Ricardo Yabushita 

Saudações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços