segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Sistemas


17082012160255o_corpo_humano.jpg

Sistema Digestivo: boca, esôfago, estômago, intestino delgado, etc.

Denominam-se sistemas os órgãos reunidos para desempenhar funções determinadas. Aparelho é uma determinação que atualmente pode ser usada como sinônimo de sistemas, como também com o sentido próprio para a associação de sistemas. Temos assim, por exemplo: o Sistema Muscular associado ao Sistema Esquelético formando um aparelho especial de nome Aparelho Locomotor.

Sistema Digestivo:

É constituído pelos órgãos: boca, esôfago, estômago, intestino delgado e grosso e glândulas anexas e glândulas salivares. Este sistema é destinado a manipular e absorver alimentos e eliminar resíduos metabólicos não aproveitados. O processo de digestão começa pela boca, onde os alimentos sofrem a ação da saliva que contém agentes digestivos e seguem por meio de movimentos peristálticos para o esôfago, passando pela válvula cárdia, entram no estômago, trabalhando-os com os sucos digestivos que lhe são próprios. Em seguida passam pelo intestino delgado, onde ocorre a maior parte da absorção das substâncias e, finalmente, vão ao intestino grosso, de onde são eliminados através do ânus.

Sistema Respiratório:

É o sistema que absorve da atmosfera o oxigênio necessário e também o fluído vital fornecendo ao organismo a indispensável energia. É composto pelos seguintes órgãos: fossas nasais, faringe, laringe, traqueia, brônquios e pulmões. Na laringe localizam-se as cordas vocais que são os órgãos destinados ao uso da palavra.

Os pulmões são envolvidos por uma membrana, a pleura, e neles penetram os brônquios, que se ramificam em bronquíolos e alvéolos. Estes são envolvidos por capilares sanguíneos e é no seio deles que ocorre a oxigenação do sangue. O sangue venoso vem bombeado pelo coração e nos alvéolos é oxigenado, liberando o gás carbônico, passando de venoso a arterial próprio para oxigenar as células novamente.

Sistema Circulatório:

É responsável por manter a vida, o calor do corpo e levar o alimento que nutre todas as células através do sangue, retirando assim os resíduos metabólicos tóxicos do organismo. É formado pelo coração, artérias, veias e baço. As artérias têm a função de conduzir o sangue rico em oxigênio, bombeado pelo coração para os capilares, que se encontra em íntima relação com as células. Ali é onde o sangue arterial deixa o oxigênio, substâncias alimentícias, etc., e transforma-se em sangue venoso, levando o gás carbônico e as substâncias tóxicas para serem eliminados.

Sistema Excretor:

Possui a função de recolher e expelir os resíduos venosos resultantes das trocas fisiológicas. É formado pelos rins, os ureteres, a bexiga e a uretra. Pelos vasos apropriados o sangue passa pelos rins, onde sofre um processo de filtração e onde se depositam resíduos a serem eliminados, descendo pelos ureteres até a bexiga, de onde são expelidos pela uretra.

Sistema Esquelético:

É constituído por ossos e articulações que em conjunto formam o esqueleto, cuja estrutura rija sustenta o corpo humano, protegendo-o e dando-lhe forma. Os ossos longos, principalmente, possuem na sua medula o tecido responsável pela produção dos glóbulos brancos e vermelhos. As articulações são um conjunto bem definido que ligam os diversos ossos. Possuem um revestimento que quando desaparece ou diminui por causa de alguma doença produz atrito.

Sistema Digestivo: boca, esôfago, estômago, intestino delgado, etc.

Sistema Muscular:

Os músculos são os encarregados de produzir os movimentos. Eles são constituídos por células especiais denominadas "fibras musculares". O número de fibras musculares é constante no organismo, desde a formação do feto. Isso significa que após a destruição dessas fibras segue-se, inevitavelmente, a substituição do tecido muscular por tecido cicatricial. A destruição parcial, no entanto, pode ser corrigida pela regeneração das fibras.

Sistema Genital:

Executa o processo de reprodução e perpetuação da espécie. É composto pelas gônadas, órgãos reprodutores de células sexuais. No homem os testículos são responsáveis pela produção de espermatozoides. Na mulher, os ovários são os responsáveis pela produção de óvulos. A mulher possui também o útero, que é responsável pela gestação.

Sistema Endócrino:

As glândulas endócrinas constituem o sistema denominado endócrino. As principais glândulas endócrinas são: epífise ou pineal, hipófise ou pituitária, que controlam as outras glândulas, tiroide e paratiroide, timo, pâncreas, adrenais, ovários, testículos e a placenta. O sistema endócrino realiza suas funções por meio dos hormônios. Quando ocorre uma disfunção na circulação do sangue ocorre também uma disfunção hormonal, dificultando aos demais nutrientes.

Sistema Nervoso:

É considerado o mais complexo quanto às funções e às atividades do ser humano. Responsável pela coordenação de todas as atividades orgânicas, conduzindo sensações e emoções. Adapta o organismo às condições do momento. É formado pelo tecido mais sensível e complexo de todos: o tecido nervoso. O corpo físico não gera o fluido vital, porém recebe dos centros de força (Chakras) e absorve-o do meio em que vive por intermédio da pele, dos alimentos e da respiração.

O sistema nervoso é o responsável pelo recebimento dessas forças, além de armazenalas em órgãos apropriados e distribuilas conforme as necessidades, visando sempre à manutenção do equilíbrio do organismo, seu ritmo funcional e sua harmonia interna.

Em relação ao Sistema Nervoso podemos estudar os órgãos responsáveis pela captação dos estímulos do meio ambiente. São eles:

Visão: compreende a cavidade orbitária, globo ocular e nervo óptico. O aparelho funciona como uma máquina fotográfica, recebendo as ondas luminosas através das células da retina e transmitindo-as ao nervo óptico, que as leva ao cérebro e este, por sua vez, conduzindo-a onde a impressão luminosa é classificada e reconhecida.

Audição: recebe e capta as ondas sonoras, fazendo vibrar o tímpano; passa ao ouvido médio, ouvido interno e atinge o nervo auditivo, levando as ondas ao cérebro para a devida distribuição. No ouvido interno as terminações nervosas canalizam as diferentes frequências de sons, gerando assim uma corrente que, no cérebro, é identificada como notas musicais.

Tato: recebe e transmite as impressões recebidas pela epiderme em toda a superfície do corpo, principalmente nos dedos. Estas impressões são percebidas por terminações nervosas especializadas, que as remetem ao cérebro, pelo mesmo processo.

Paladar: é composto pela boca e pela língua, onde existem as papilas gustativas, que com suas regiões específicas são responsáveis pela diferenciação dos mais variados sabores. A língua possui milhares de corpúsculos gustativos, cada qual com sua ligação nervosa com o cérebro.

Olfato: é o sentido destinado à diferenciação e captação dos odores e formado por células apropriadas existentes na mucosa nasal. Este sentido é grandemente desenvolvido nos animais e lhes serve não só para defesa como para a busca de alimentos.

Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços