sábado, 1 de setembro de 2012

Sal * Um risco para a saúde!



O consumo excessivo de sódio está associado ao desenvolvimento da hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e renais e outras doenças, que estão entre as primeiras causas de internações e óbitos no Brasil.

A Organização Mundial da Saúde recomenda um consumo máximo de 2000mg (2g) de sódio por pessoa ao dia, o que equivale a 5g de sal, porém, os brasileiros atualmente consomem mais do que o dobro desta quantidade. É importante ressaltar que o sódio não está presente apenas no sal de cozinha.

Reduza o sal:
O sódio é um dos elementos encontrados no sal de cozinha (cloreto de sódio), mas está presente também em grande parte dos alimentos, inclusive nas bebidas, como refirgerantes e sucos industrializados, e nos doces, já que esse mineral participa da composição de conservantes (nitratos e nitritos), adoçantes (ciclamato e sacarina sódica), fermentos (bicarbonato de sódio) e realçadores de sabor (glutamato monossódico). Por apresentar riscos à saúde, o consumo de sódio deve ser reduzido.


Apesar de sal e sódio não serem a mesma coisa, 40% do sal é composto de sódio, portanto, o primeiro passo para reduzir esse mineral é ingerir menos sal. Para isso, evite a utilização de temperos prontos e caldos concentrados, eles são ricos em realçadores de sabor. Ademais, utilize temperos naturais, como ervas, para preparar os alimentos, não utilize saleiro à mesa e evite adicionar sal aos alimentos depois de prontos.

O sal invisível:
Não ingerimos somente o sal que adicionamos aos alimentos. Aproximadamente 75% do sal que ingerimos é "invisível", pois, é proveniente dos próprios alimentos. Alguns alimentos são mais ricos em sal do que outros, como é o caso dos industrializados e embutidos (apresuntados, salames, mortadela). Por isso, vale a pena reduzir o consumo desses alimentos.

Aprenda a ler os rótulos:
Os ingredientes utilizados para a elaboração dos alimentos são listados na ordem decrescente de concentração, isto é, se um ingrediente aparece como primeiro da lista, significa que maior parte do produto é composta por ele.

O mesmo vale para os itens presentes na tabela nutricional. No caso do sódio, identifique se o alimento apresenta quantidade de sódio inferior a 400mg em 100g do alimento.

Os alimentos que apresentam mais do que 400mg do mineral, são ricos em sódio, portanto, prejudiciais à saúde. Atente-se também aos conservantes, adoçantes, fermentos e realçadores de sabor e opte por produtos que possuem pouca quantidade desses aditivos.

Bençãos à todos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços