quinta-feira, 24 de julho de 2014

O que é preciso para ser feliz?


     A satisfação só existe quando seus desejos fazem um elo com as verdadeiras necessidades da sua alma. Pergunte a si mesma o que você quer e faça suas escolhas.

    Você já reparou como enfrentamos diariamente uma tempestade de demandas?"Você precisa disso","Tem que comprar logo aquilo","Leia esse livro","Você ainda não assistiu aquele filme?","Tem que saber","Você precisa melhorar"...

    Ufa!Se bobear,a sociedade cria um zilhão de necessidades e tarefas pra gente.Resultado:chega um momento em que as pessoas ficam perdidas num mar de atividades que não representam uma conexão verdadeira com a alma de cada uma.

    Sabe aquelas pessoas que comem compulsivamente,
engordam e acham que está tudo bem?Isso denuncia que algo está errado.Lá no fundo, há insatisfação e necessidades não atendidas.Amadureça!Assuma-se!"Ai,estou gorda e viciada";"Ai,a doença da minha filha está acabando comigo".O que é isso?Você já parou para confrontar seu eu?

     Cada dia mais,eu percebo como as pessoas vivem em busca de objetivos falsos,efêmeros:ter reputação,ser chique,não errar...Será que essa figura que você está tentando incorporar tem a ver com sua alma e vai te fazer sentir-se bem? Avalie!

     Precisamos ser coerentes com a alma.Senão,o mundo nos leva por um caminho que não tem nada a ver com a gente.Centre-se no silêncio do seu mundo interior.Diga não a tudo que está à sua volta e que não se conecta com você.
Pergunte,lá no fundo,de que você realmente precisa para ser feliz.Confronte-se já!Olhe para si e procure estar a favor da sua alma,da sua libertação,da sua paz.

     E não me venha com problemas e com choradeira,porque isso não resolve nada.Quem fica na lamentação e na culpa não se encara.Se você pegou essa coluna para ler,é porque está preparada para se confrontar.

     Todo momento é de restauração.Um passo em direção ao que a natureza quer de nós anula todas as atitudes passadas,todos os desencontros e perdas.Quando os desastres,as catástrofes e as doenças vêm até nós,é para nos mostrar que estamos negligentes,voltados a um mundo fantasioso e negativo.

     Devemos cultivar dentro de nós a semente da generosidade e do bem.A alma tem necessidade de amor,de paz,de ser boa.
Esse é o mundo do espírito.Então,caminhe em direção àquilo que realmente te faz bem!
Luiz Gasparetto

Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços