quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Uma mente confusa não pode encontrar a clareza


Uma mente confusa buscando clareza irá apenas se confundir mais,pois uma mente confusa não pode encontrar clareza. Ela está confusa;o que pode fazer?
Qualquer busca de sua parte só levará a mais confusão.
Penso que não percebemos isso.
Quando se está confuso,deve-se parar,parar de ir atrás de qualquer atividade.
E o próprio parar é o início do novo,o que é a ação mais positiva, positiva num sentido completamente diferente.
 Tudo isto implica que deve haver o autoconhecimento mais profundo:conhecer toda a estrutura do pensar-sentir da pessoa,os motivos,os medos,as ansiedades,a culpa,o desespero.
Para conhecer a totalidade do conteúdo da mente,a pessoa tem que estar consciente,consciente no sentido de observar,não com resistência ou condenação,não com aprovação ou desaprovação,não com prazer ou desprazer,apenas observar.
Essa observação é a negação da estrutura psicológica da sociedade que diz:
“Você deve,você não deve”.
Portanto,o autoconhecimento é o início da sabedoria e,também,o autoconhecimento é o início e o fim do sofrimento.
O autoconhecimento não é comprado em um livro,ou indo-se ao psicólogo e sendo examinado analiticamente.
Autoconhecimento é,de fato,a compreensão do que se é:
as dores, as ansiedades,vê-las sem qualquer distorção.
A partir desta conscientização vem a clareza.

Krishnamurti

(fonte:jkonline.com)

Amor,Luz e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços