quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

O que faz você feliz?


No início de nossas vidas, são as mães ou as pessoas que cuidam de nós que dizem por que choramos, o que devemos comer e a que horas, o que vestir, quando dormir, se é melhor desse jeito ou daquele! Enfim, nessa etapa dependemos do outro .Reagimos ao conforto e ao desconforto que essas ações provocam em nós.

À medida que interagimos com as pessoas do ambiente familiar adquirimos habilidades, conhecimentos e interpretamos tudo isso de maneira única e singular. Formamos, assim, a visão de nós e do mundo que nos cerca. A partir daí, as primeiras escolhas são feitas.

Como acontece no meio familiar, também, sofremos influencias do ambiente social, cultural, religioso, político e do modelo econômico onde crescemos. Cada um desses meios tem suas maneiras de dizer o que devemos escolher e como devemos fazer essas escolhas. Quais são as nossas necessidades!

E, nós o que queremos?
Não só caminhos são determinados por tudo isso que nos rodeia, mas, também o que desejar, o que fazer e, principalmente, o que ter. Parece que todos sabem mais o que é melhor para nós do que nós mesmos! (Apesar de há muito sermos capazes de fazer escolhas!)

Frequentemente, pessoas se angustiam, sofrem por julgarem que há algo de errado com elas por não estarem onde dizem que é bom estar, onde, por isso, acredita-se que devam estar!

Mas, o que faz você feliz? Pelo que vale lutar tanto? Correr tanto? Dedicar-se? Entregar-se?
Como e quando dar-se por satisfeito, apesar da condição humana de ser faltante?

(fonte:www.facebook.com/psic.idalina)

Amor,Luz e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços