domingo, 16 de junho de 2013

Tudo dará certo se você ousar


A vida é um jogo e,muitas vezes,dá a impressão de que as apostas vão se tornando cada vez mais arriscadas com o passar dos anos - aprendemos que nem ela se curva como acharíamos que deveria diante dos nossos desejos. 

Muitas vezes se mostra hostil com nossos problemas e,ao invés de se parecer com o gorducho gênio da lâmpada,acaba se transformando no "despenhadeiro ou curva perigosa à direita".

Por isso,não fique pensando tanto no futuro,apenas diga sim a todas as possibilidades,sejam elas grandes ou pequenas,e lance a sorte no tabuleiro da vida chamado "presente",porque tenho certeza que vai gostar que seja desta forma.

Viva o jogo da vida;ninguém consegue ser o mesmo a cada dia;é a única certeza que existe,além de ser uma experiência válida e maravilhosa!

As pessoas ficam com medo diante das dúvidas,não sabem optar por qual caminho seguir,mas posso dizer que você irá decidir pela recompensa da comunhão com si mesmo e não perca tempo entre errar ou acertar, isto é o que menos importa. 

Nesta jornada,o que deve haver é coesão com a sua identidade e sua alma -a única maneira que conheço para sobreviver e ser diferente das pessoas comuns,ou seja,ir muito além dos outros.

Não espere pela revolução,seja você mesmo a revolução,mas pacífica! 

Ficar esperando que alguém vá mudar seu mundo,protegido pelas bênçãos dos céus ou por heróis? 
Isso é tolice. 
Deixe-os nas telas de cinema ou nos quadrinhos. 
Ninguém,ninguém mesmo pode mudar seu universo,você sabe disso.

Claro que o bem sempre triunfa,pois é a verdade,e se você acha que está fazendo o melhor,vá em frente ou então se aprimore,pois tenho plena convicção de que vencerá. 

Mas,para isso,assuma o controle e a responsabilidade da sua vida e deixe de achar que o inferno "sempre são os outros",como dizia Sartre.

Ao desenvolver diariamente sua confiança e autoestima,algo mágico vai acontecer e,claro,não procure o céu (a solução) nas outras pessoas,mas em si mesmo.

Afaste a dor do seu rosto. 

Olhe-se no espelho,agora: 
 você está parecido com um guerrilheiro. 
Solte as armas! 
Deixe de carregá-las para cima e para baixo. 
Que tal largá-las no porão da sua casa? 
Afinal,meu amigo,os braços foram feitos para abraçar.
(Monica Buonfiglio)


Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços