quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Cansaço...


Uma das queixas mais comuns nos meus pacientes é cansaço.
Com frequência a sensação de cansaço se torna mais aguda conforme a terapia progride.
Pode partir para uma sensação de exaustão,que quase nunca é aceita pelo paciente como uma condição corporal normal. 
Invariavelmente,é considerada como uma mostra de fraqueza,denotando fracasso da terapia e da força de vontade da pessoa. 
A implicação que eles dão à queixa é de que estar cansado é errado,é um sinal de fracasso. 
A crença é de que a pessoa deverá ser ativa, produtiva e eficiente. 
Esta imagem constitui um ideal de ego incorporado dos ensinamentos recebidos em casa e na escola, durante a infância. 
Uma vez que a pessoa identifica-se com seu ego,usa sua vontade para motivar-se à realização deste ideal. Por definição,ideais nunca são atingidos. 
Isso significa que a pessoa é motivada por uma força contínua a fazer acontecer,a progredir,a atingir fazendo o quer que seja necessário para chegar ao ideal de si mesma. 
Torna-se uma compulsão e desenvolve-se um comportamento neurótico.

Não admira-se que a pessoa esteja cansada! 

Sentir-se cansada é um sinal de que seu corpo não aguenta mais ser subjugado por seu ego. 
Não há sentido em estar sempre realizando coisas se essa realização não tem nada a ver com Ser. (...)
É praticamente irrelevante onde estão indo,ou o que estão fazendo. 

Esta é a geração da "ação",determinada a atingir recordes. 

Inconscientemente,comparam-se a máquinas. 
O único resultado possível desta situação:pessoas tendo colapso. 
Ficam cansadas do esforço para atingir objetivos inatingíveis e se deprimem com seu fracasso.

Tanto o cansaço quanto a depressão podem ter um valor positivo se a pessoa reconhecer a relação desses sintomas com seu estilo de vida. 

Estar cansada pode ajudar a tomar consciência das necessidades corporais. 
Pode leva-la a perceber que seu corpo não é uma máquina nem um instrumento para o ego. 
Estar deprimida pode torna-la ciente de estar atrás de uma ilusão,de um ideal de ego.

Alexander Lowen,Medo da Vida.

(fonte:www.facebook.com/ser-completo)

Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços