quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Reflexão*A Dureza De Dizer a Verdade



Quantas vezes você mentiu para não magoar, não ofender, não criar uma situação difícil ou mesmo, livrar-se de uma? 

Nestes momentos se perguntado se mentir é errado, você diria: depende?

Pois é, depende de que? Os fins justificam os meios como dizia o medieval Maquiavel? 

Existem situações em que melhor é mentir, dirá você.

Que situações? Situações que agora serão remediadas, mas não resolvidas e de certo, mais a frente voltarão com talvez mais força destrutiva?

Duro e difícil, mas dizer a verdade sempre é necessário para o bem de todos os envolvidos. Quem mente cria uma realidade que não existe e que para mantê-la de certo criará novas mentiras envolvendo-se em uma rede de produção de ilusões que não deixará sua alma em paz, bem como, quem recebeu a mentira como verdade, seguirá acreditando no que não existe e vivendo em uma ilusão que a qualquer momento poderá ser desfeita e as conseqüências poderão ser catastróficas.

Mas talvez mesmo dando-se conta disto, continuamos mentimos para o parceiro, para os filhos, em nosso ambiente de trabalho, no ambiente acadêmico, até mesmo para amigos.

Neste momento, mentir começa a se tornar patológico. A mitomania, um transtorno de uma personalidade que compulsivamente cria realidades para atender seus anseios ou mesmo, atender anseios dos outros.

Ou seja, mentir é e será sempre um caminho perigoso. Uma pequena mentira pode surtir um grande efeito e este grande efeito nos recompensar de tão forma prazerosa que irá nos impulsionar a criar mais mentiras, sofisticá-la e quando nos dermos conta, se é que nos damos conta, nos veremos envolvidos em um mundo de ilusões.

Quem mente não se sente capaz de assumir a responsabilidade por seus atos, seus pensamentos, seus desejos.

Se você encontra-se nesta situação ou mesmo, conhece alguém nesta situação, dê uma chance a você mesmo de fazer algo por você ou pelo outro efetivamente. Estimular a auto-estima confiando que erros todos cometem e pagar o preço por eles pode ser uma forma de aprendizado produtiva, é um caminho bem como, não temer realizar o que existe em você só em desejo e para os outros, em ilusórias mentiras, pode ser uma forma de fortalecer sua confiança.

Não mentir é aceitar a realidade dos fatos e principalmente, se aceitar.

Concorda comigo? 

(Por Fernando Martins)

Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços