quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Raja Yoga 2


"Na meditação,sentamos em quietude e observamos nosso mundo interior.Primeiro olhamos nossos pensamentos como um observador desapegado.Então julgamos a qualidade e utilidade deles,se são benéficos ou se conduzem ao crescimento e harmonia,se devem ser reconhecidos ou descartados.Nesse momento,é preciso ter uma interação pessoal com a mente,convencê-la com lógica e então, gentilmente,não forçosamente,guiá-la para a criação de pensamentos na direção que queremos."
Brahma Kumaris

Namastê

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo contato.
Responderei brevemente.
Fraternos Abraços